Informativo de Janeiro a Março de 2022

DEUS TE VÊ

Deus te vê,  alma querida, quando te pões na trilha escura, para ajudar aos filhos da amargura, que vão tantas vezes como sombras errantes no caminho...

Chagas pensantes ao relento, entre as nuvens do pó e as pancadas dos ventos, com saudades do pão...

Deus te vê a mensagem de bondade com que suprimes ou reduzes as provações, as lágrimas e as cruzes, dos que vagam na rua sem ninguém, e te agradece as posses que desprendes no auxílio ao companheiro em desamparo, seja um tesouro inesperado e raro, seja um simples vintém...

Deus te vê quando estende o braço amigo aos que carregam lenhos de tristeza, doando-lhes o afeto, o abrigo, a mesa, o remédio, a camisa, o cobertor...

E, por altos recursos sem que o saibas, manda que a Lei te aumente os dons divinos, em mais belos destinos, para a glória do amor...

Deus te vê na palavra com que ensinas a senda clara e boa da verdade que alenta e que abençoa sem perturbar e sem ferir...

E determina aos homens que teu verbo seja apoiado, aceito, e ouvido com respeito, na construção excelsa do porvir...

Deus te vê quando acolhe sem revide o golpe da pedrada que te insulta, o braseiro da ofensa, a dor oculta em ferida mortal...

E te louva o perdão espontâneo e sincero com que ajudas o Céu no trabalho fecundo de extinguir sem alardes entre as sombras do mundo, a presença do mal...

Deus te vê, através da caridade!...

Mas não só isso... Em paz calada e santa, pede alguém que te siga e te garanta na jornada de luz!...

E, por isso, onde estás, rujam trevas em torno, sofra humilhação, injúria, cativeiro tem contigo um sublime companheiro:

 

-NOSSO AMADO JESUS!...

PENSAMENTO DO MÊS

“Nunca se sinta derrotado diante dos obstáculos. A cada adversidade que se abater sobre você, a cada obstáculo, por mais difícil que se apresente, faça deles um degrau para atingir um lugar melhor, com mais visão e maturidade. A derrota não existe, a não ser que você aceite. Comece e recomece sempre. É assim que se constrói sempre. É assim que se constrói uma vida feliz!”
(provérbio árabe)

FÉ E INCREDULIDADE

Inumeráveis são os anos em que estes dois vocábulos se acham em conflito, desde os povos primitivos aos esclarecidos da atualidade. Isto porque um tenta superar o outro de qualquer maneira, através dos tempos...

Vejamos, no entanto, a ação da Fé e da Incredulidade em nós:

Fé – clareia o caminho;

Incredulidade – obscurece a Senda.

Fé – aproxima-nos do Supremo;

Incredulidade – exila-nos do Excelso.

Fé – auxilia-nos a suportar as atribulações resignadamente;

Incredulidade – multiplica-nos os tormentos diariamente.

Fé – ilumina nossa mente cada vez mais;

Incredulidade – estaciona as nossas faculdades mentais.

Fé – dá-nos o conhecimento das Coisas Imutáveis;

Incredulidade –oculta-nos as Belezas da Eternidade!...

Fé – ensina-nos a viver ao lado dos homens;

Incredulidade – faz-nos desconhecê-los e subjugá-los...

Fé – transporta montanhas;

Incredulidade – constrói montanhas...

Fé – levanta o paralítico da cama;

Incredulidade – parafusa-o ao catre...

Fé – é humana e divina;

Incredulidade – é desumana e ímpia.

Fé – Mãe de todas as Virtudes;

Incredulidade – pobre Órfã insulada nos corações dilacerados pela Dor Moral!...

Cultivemos, pois a Fé Raciocinada, a fim de que a Incredulidade não passe a morar em nossos corações!

PÉROLAS DE SABEDORIA

  • Pessimismo é enfermidade que engendra processo de psicose grave por antecipação de um mal que, talvez, não ocorrerá.

  • A cada instante as circunstâncias geram circunstâncias outras, fatores atuais compõem fatores futuros, dependendo da direção que lhes imponhas.

  • Não te canses, desse modo, exageradamente sob o peso da nostalgia ou te entorpeças asfixiado pelos tóxicos das frustrações que todos experimentam.

  • Entrega-te a Deus e deixa-te conduzir tranquilamente.

  • Otimismo é estímulo para o trabalho, vigor para a luta, saúde para a doença das paisagens espirituais e luz para as densas trevas que se demoram em vitória momentânea.

  • Nas duas traves da Cruz, quando tudo pareceria perdido, o Justo, em excelente lição de otimismo, descerrou os painéis da Vida Verdadeira, morrendo para ressurgir em gloriosa madrugada de Imortalidade, que até hoje é o canto sublime e a rota segura, plena de alegrias para todos nós.

  • Joanna De Ângelis

ÂNIMO

Não desanimes. Persiste mais um tanto. Não cultives o pessimismo. Centraliza-te no bem a fazer. Esquece as sugestões do medo destrutivo. Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros. Avança ainda que seja por entre lágrimas. Trabalha constantemente. Edifica sempre. Não consinta que o gelo do desencanto te entorpeça o coração. Não te impressione a dificuldade. Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia a dia. Não desistas da paciência. Não creias em realização sem esforço. Silêncio para a injúria. Olvido para o mal. Perdão às ofensas. Recorda que os agressores são doentes. Não permita que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apague a esperança. Não menosprezes o dever que a consciência te impõe. Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo. Não contes vantagens nem fracassos. Estuda buscando aprender. Não se voltes contra ninguém. Não dramatizes provações ou problemas. Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima. Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho que Deus te confiou. Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar. Age auxiliando. Serve sem apego. E assim vencerás.

Francisco Cândido Xavier

 

ESPERANÇA

A Esperança é a luz do cristão.

Nem todos conseguem, por enquanto, o voo sublime da fé, mas a força da esperança é tesouro comum.

Nem todos podem oferecer, quando querem, o pão do corpo e a lição espiritual, mas ninguém na Terra está impedido de espalhar os benefícios da esperança.

A dor costuma agitar os que se encontram no "vale da sombra e da morte", onde o medo estabelece atritos e onde a aflição percebe o "ranger de dentes", nas "trevas exteriores", mas existe a luz interior que é a esperança.

A negação humana declara falências, lavra atestados de impossibilidade, traça inextricáveis labirintos, no entanto, a esperança vem de cima, à maneira do Sol que ilumina do alto e alimenta as sementeiras novas, desperta propósitos diferentes, cria modificações redentoras e descerra visões mais altas.

A noite espera o dia, a flor o fruto, o verme o porvir... O homem, ainda mesmo que se mergulhe na descrença ou na dúvida, na lágrima ou na dilaceração, será socorrido por Deus com a indicação do futuro.

Jesus, na condição de Mestre Divino, sabe que os aprendizes nem sempre poderão acertar inteiramente, que os erros são próprios da escola evolutiva e, por isto mesmo, a esperança é um dos cânticos sublimes do seu Evangelho de Amor.

Imensas têm sido, até hoje, as nossas quedas, mas a confiança do Cristo é sempre maior. Não nos percamos em lamentações. Todo momento é instante de ouvir Aquele que pronunciou o "Vinde a mim..."

Levantemo-nos e prossigamos convictos de que o Senhor nos ofereceu a luz da esperança, a fim de acendermos em nós mesmos a luz da santificação espiritual.

Chico Xavier

GOTAS DE ORVALHO

  • As intervenções divinas, se e quando elas se fazem, são caracterizadas pela sutileza;

  • Embora muitas autoridades religiosas afirmem que DEUS se comunica com os homens por meio da brutalidade das catástrofes, parece, mas adequado acreditar que Sua voz nos chega delicada e suave, no reflexo de uma Lua cheia por trás da montanha, num gesto fugaz de uma criança, num arrepio súbito que nos percorre o corpo, no primeiro sorriso de um bebê, numa simples folha que cai numa flor que acabou de se abrir, num acidente que quase acontece, ou acontece;

  • Sua voz não é um estrondo, apenas um murmúrio;

  • Ele não fala alto, simplesmente sussurra e nos mostra as belezas da vida;

  • Precisamos estar atentos, pois abençoados são aqueles capazes de ouvi-lo.

Imagem site 5.png

AVISOS

Caros irmãos, dado às obras que a Associação precisa realizar para melhor acolher aqueles que a procuram, algumas pessoas têm-nos abordado no sentido de colaborar com a Casa auxiliando nas despesas desta Instituição; assim orientamos a todos aqueles que se disponham a tal, somente o façam através dos responsáveis pela Casa e procurem nossa Secretaria. Saibam que a Associação é uma Instituição sem fins lucrativos e que toda a assistência por ela prestada é absolutamente gratuita. Aos senhores médiuns (efetivos) e conselheiros, informamos que deverão procurar a Secretaria para atualizar seus cadastros e tomar ciência das obras que se pretende, pois são para benefício de todos e manutenção do Patrimônio legado pelos fundadores.